Publicidade
Início Newsletter IA fomenta alianças entre operadoras, fornecedoras e big techs na MWC

IA fomenta alianças entre operadoras, fornecedoras e big techs na MWC

Foto: Divulgação/Deutsche Telekom

Um dos principais assuntos da edição de 2024 do Mobile World Congress (MWC 2024), que começou nesta semana em Barcelona (Espanha), o uso da inteligência artificial (IA) motivou o surgimento de diferentes alianças entre operadoras de telecomunicações e fornecedores da cadeia, além de parcerias.

Uma das principais iniciativas anunciadas na feira foram os planos de criação de uma joint-venture pelo quinteto de operadoras reunido na Global Telco AI Alliance (Deutsche Telekom, SoftBank, e&, Singtel e SK Telecom). Projetado para este ano, o projeto será focado no desenvolvimento de Modelos de Linguagem de Grande Escala (LLM) especificamente para empresas de telecom.

CEO da Deutsche Telekom presente em painel nesta segunda-feira, 26, Timotheus Hoettges descreveu a medida como uma tentativa da cadeia de influenciar diretamente os rumos da inteligência artificial, ao invés de apenas embarcar no desenvolvimento liderado por outros setores.

Notícias relacionadas

Mesmo apontando que “a IA veio para ficar”, o executivo alemão apontou certo receio em integrar nas redes recursos não originalmente pensados para a cadeia de telecom – citando inclusive riscos de alucinações pelas principais ferramentas do gênero. No entanto, com a aplicação afinada, o número de casos de uso da inteligência artificial na cadeia superaria a casa dos 400, calcula.

Entre exemplos estão o uso de IA conversacional como forma de substituir aplicativos; a IA no planejamento de redes de fibra (para identificação de obstáculos na paisagem e indicação de melhores locais para construção); o recurso como forma de garantir a estabilidade de redes; a adoção na manutenção preditiva, inclusive para detecção de anomalias; e a maior eficiência de redes de acesso (RAN), vide a redução da capacidade de antenas em momentos onde não há demanda.

AI-RAN Alliance

É justamente da cadeia de fornecedores de redes de acesso que veio outro importante anúncio da MWC 2024: Ericsson, Nokia e Samsung se reuniram com Microsoft e com a operadora norte-americana T-Mobile como membros fundadores da AI-RAN Alliance. O órgão será encarregado em promover o uso da inteligência artificial para transformar elementos da infraestrutura de rádio. Neste caso, um ponto que merece atenção é ausência de grupos chineses, como a Huawei.

O mandato da aliança inclui pesquisa sobre o uso de inteligência artificial para melhorar a eficiência da infraestrutura de RAN e auxiliar na criação de novas oportunidades de negócios em redes 5G e 6G. Entre suas prioridades estão mais uma vez a redução do consumo de energia e a capacidade de adaptar inovações à infraestrutura existente, além de melhor eficiência espectral.

Parcerias

Como apontado por TELETIME, a MWC 2024 também foi um momento de parcerias. Uma delas foi anunciada pela Telefónica, que anunciou a integração de IA generativa da Microsoft no seu sistema operacional Kernel.

A empresa fundada por Bill Gates, por sua vez, anunciou uma parceria multianual com a startup francesa Mistral, fundada por ex-funcionários da Meta e do Google. A empresa oferece modelos de linguagem de código aberto que podem ser utilizados para lançar chatbots e outros produtos de inteligência artificial, como motores de busca.

Agora, a Mistral poderá treinar e implantar seus modelos de IA nos data centers da Microsoft, inclusive com disponibilização para para desenvolvedores por meio do serviço Azure em um modelo como serviço.

(Com informações adicionais do Mobile World Live)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile