SeAC garante a competição na banda larga, diz Minicom

Para o Ministério das Comunicações, a maior virtude da Lei 12.485/11, a Lei do SeAC, é garantir a livre entrada das empresas de telecom no serviço de TV por cabo. Segundo a diretora do Departamento de Serviços e de Universalização de Telecomunicações do Minicom, Miriam Wimmer, que participou da audiência sobre a Lei do SeAC promovida pelo Supremo Tribunal Federal nesta segunda, 25, "a livre entrada está garantida, permitindo a duplicação de redes e a competição".
 
"A Lei do SeAC é muito favorável, uma vez que promove o investimento nas redes de comunicações, a massificação da banda larga e o aumento da competição, com a ampliação da oferta de serviços", disse Miriam, lembrando que, antes da Lei do SeAC, os serviços prestados por plataformas que não o cabo não se submetiam às mesmas regras.
 
"São serviços que competem entre si e precisam de regras. Em 2010 o DTH ultrapassou o cabo. É positivo do ponto de vista de popularização do serviço de TV, mas negativo para a construção de redes robustas", justificou. "A expansão da tecnologia de TV a cabo contribui para ampliar a penetração da banda larga".
 
Segundo ela, o Minicom já nota os efeitos práticos da nova lei. "Desde a aprovação da lei, já se verificou aumento no interesse em explorar o serviços. Já conseguimos verificar aumento da competição, barateando e aumentando a penetração do serviço", disse.
 
Segundo o conselheiro da Anatel Marcelo Bechara, que também falou na audiência pública do STF, a lei já trouxe pedidos para migração para o SeAC. "76,5% já foram pedidos para se adaptar ao novo serviço", disse.
 
Produção vs. distribuição
 
A restrição entre quem produz e distribui busca estabelecer equilíbrio entre setores empresariais que possuem dimensões econômicas bastante distintas, afirmou Miriam Wimmer no evento. "Ao dividir a cadeia do valor e definir os limites da regulação do estado em cada etapa, (a lei) confere segurança jurídica para investimentos no setor".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.