Projeto de rede para TV pública pode atrair teles

A convergência entre radiodifusão e telecomunicações poderá finalmente acontecer no Brasil, por incrível que pareça, através da TV pública. É isso que se desenha se os planos do governo de criar uma grande infra-estrutura compartilhada de TV digital para as emissoras públicas for adiante. Dia 28 será assinado um protocolo entre a EBC (empresa controladora da TV Brasil), TV Câmara, TV Senado, TV Justiça, Ministério da Educação e Ministério das Comunicações para a criação desta infra-estrutura comum de transmissão dos sinais das respectivas emissoras (a emissora do Minicom está em fase de projeto). Trata-se, na verdade, de uma proposta de Parceria Público-Privada (PPP) em que o governo licitará a construção e operação de uma infra-estrutura de transmissão para as capitais e 230 cidades com mais de 100 mil habitantes. O operador entra com a construção da infra-estrutura e com a operação (sob supervisão da EBC) e em troca receberá cerca de R$ 100 milhões ao ano, por mais de duas décadas de contrato. Segundo fontes que acompanham de perto o projeto, há empresas de telecomunicações interessadas no negócio. Entre as exigências estarão o uso de tecnologia nacional e de suporte à interatividade (o que pode favorecer as teles). O modelo já é praticado no Japão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.