TIM anuncia parceria com HP para distribuição de cartões SIM

A TIM e a HP Communications and Media Solutions anunciaram uma parceria para a distribuição de SIMcards da operadora.  O acordo visa agilizar a logística de distribuição dos chips e facilitar as ativações de linhas dos consumidores.

Por meio da plataforma DSP da HP, o abastecimento de cartões SIM tornou-se automático, diferentemente do processo tradicional offline. “No processo offline, os cartões SIM já saem da operadora pré-ativados e são distribuídos nas lojas com a numeração pré-gravada nele. Com o processo de ativação dinâmica, o chip sai da fábrica com a ativação pré-definida, mas que não é definitiva. Isso permite que a operadora tenha mais flexibilidade no processo de logística e abastecimento, pois a ativação acontece no momento em que o assinante adquire o chip no ponto de venda. A partir daí, é feita a identificação e só então o chip recebe a numeração definitiva”, explica o diretor de soluções de comunicação, mídia e entretenimento da HP, André Pinho.

A plataforma foi implementada pela TIM em São Paulo e no Rio de Janeiro e até fevereiro de 2014 o processo será adotado nas outras regiões do País. A ideia é reduzir o tempo que o consumidor espera na loja para ativar sua linha e, principalmente, melhorar a logística desses itens. “O ganho maior é para a logística. Antes, era necessário ter a quantidade de chips programada para uma certa localidade e preparar outro pacote de chips para outra localidade, o que fazia a produção ser menos eficiente. No momento em que as ativações só são feitas nos pontos de vendas, o chip passa a ser o mesmo para qualquer lugar, o processo todo fica muito mais eficiente e gera uma economia de escala muito grande”, diz o gerente da área de criação de serviço da TIM Brasil, Carlos Cavalcanti Batista.

A TIM vai integrar essa plataforma DSP com a solução de gerenciamento de dispositivos móveis (MDM, na sigla em inglês) da HP. “As funcionalidades da solução de MDM (mobile device management) são a disponibilização de aplicativos específicos da TIM, gestão do terminal e a segurança dos dados. Ou seja: uma vez que o celular é perdido ou roubado, o assinante pode apagar todos os dados e bloquear o chip. Além das funções de administração para ativar um novo assinante, com configurações que a operadora precisa”, cita Pinho, da HP.

A plataforma de MDM é interessante para a TIM alavancar suas vendas por meio de ofertas personalizadas para cada cliente, já que, por meio dela, é possível conhecer a base de clientes, saber quais as funções dos aparelhos e entender a utilização dos planos pelos consumidores. “Supondo que um cliente tenha um chip pré-pago em um smartphone com várias capacidades, a TIM pode fazer ofertas especializadas para um pacote de dados, por exemplo, oferecendo um plano mais adequado para melhorar a experiência dele”, diz Batista.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.