iPhone 3G da Claro surpreende pelo preço alto

A Claro revelou os planos e preços do novo iPhone 3G que será comercializado a partir da próxima sexta-feira, 26. Os preços ficaram bastante acima do que é praticado nos EUA, onde com subsídio da operadora ele pode ser adquirido por US$ 199. Na Claro, o cliente que optar pela franquia maior (e mais cara) – que oferece maior índice de subsídio – o modelo de 8 GB sai por R$ 1.239 à vista. João Cox, presidente da operadora, diz que a diferença de preço se dá pela alta carga tributária que incide sobre os produtos importados. "Tem pelo menos 100% de impostos, entre federais, estaduais e taxas. Eu acho um absurdo celular pagar mais imposto do que revólver no Brasil", justificou-se.
A operadora também oferece opção de planos com descontos na franquia de serviço (chamados pela operadora de "subsídio em serviço"), que permitem aos clientes parcelar o preço do aparelho em 10 ou 12 vezes diretamente com a Claro. O preço final do modelo de 8G, subtraindo o desconto da franquia de serviço durante 12 meses, fica em R$ 1.499,50 no plano Claro iPhone 400. Outra opção é financiá-lo junto à American Express – bandeira de cartão de crédito dos correntistas do banco Bradesco. Nesse caso, a condição de pagamento é um pouco mais vantajosa. O plano negociado pela Claro junto à companhia prevê o pagamento em 24 vezes, no qual o preço final do aparelho (subtraído o desconto que o cliente tem na franquia mensal durante o período) é de R$ 1 mil – também no Claro iPhone 400.
Apesar da diferença absurda de preço em relação aos EUA, o presidente da Claro disse que o iPhone é vendido subsidiado e que esse subsídio é muito maior do que o aplicado para os demais aparelhos.

Notícias relacionadas

Poucas peças

A operadora recebeu um lote com apenas 30 mil peças. O próprio João Cox reconheceu que essa quantidade é pequena frente à demanda que o iPhone tem no Brasil. Em apenas uma semana a lista dos interessados em obter mais informações sobre o aparelho chegou a 100 mil pessoas. Hoje essa lista é bem maior. A Claro está entrando em contato com esses clientes para oferecer o aparelho.
É claro que nem todos os clientes dessa lista vão concretizar a compra. Mas uma coisa é certa. Neste primeiro momento, não vai ter iPhone para todos os interessados. Cox não revelou a quantidade de aparelhos que será remetida às 25 lojas selecionadas e a quantidade reservada para atender aos clientes que se cadastraram, mas admitiu que o primeiro lote pode acabar já na sexta-feira. "Esse lote acaba logo, logo. A demanda é impressionante", disse ele.
Durante a teleconferência com os jornalistas, Cox disse várias vezes que o pedido da Claro é bem maior do que essas 30 mil peças, mas que o recebimento dos novos lotes estaria condicionado à disponibilidade da Apple. Em um determinado momento, no entanto, deixou escapar que um novo lote "deve chegar no próximo mês". Logo em seguida, o executivo voltou atrás e repetiu que a próxima entrega depende da disponibilidade da Apple.

Mercado

O perfil de público esperado para o iPhone é de usuários entre 25 e 35 anos de ambos os sexos e das classes A e B, embora seja possível pagar o aparelho em 24 parcelas de R$ 41,67 pela American Express. A expectativa é de que os compradores desses aparelhos de fato consumam mais serviços de dados que os demais, por sua interface "extremamente amigável".
Cox disse que a diferença no market share entre a Claro e a Vivo – que também começa a vender o iPhone 3G a partir da próxima sexta-feira, 26 – é por conta da aquisição da Telemig Celular. "A Claro é a companhia que mais adiciona clientes nos últimos trimestres. Se nós tivéssemos comprado a Telemig, estaríamos na frente", afirma.
É importante ressaltar que os demais clientes da operadora poderão migrar seus atuais planos de serviços para esses novos, criados para o iPhone, que são mais vantajosos.
Veja a tabela completa dos planos para o iPhone no link abaixo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.