Vendas pela internet crescem 290,4% em oito anos

A receita bruta das vendas das empresas comerciais do País pela internet saltou de R$ 7,7 bilhões para R$ 30,2 bilhões, entre 2007 e 2014, já descontados os efeitos da inflação. Isso significa um crescimento real de 290,4%, mostra a Pesquisa Anual do Comércio (PAC), divulgada nesta quinta-feira, 25, pelo IBGE.

De acordo com os dados, no mesmo período, a receita bruta do comércio com as televendas foi de R$ 3,7 bilhões para R$ 12,6 bilhões, também em valores reais, o que representa um aumento de 236,3%. Enquanto isso, a receita bruta do comércio varejista, incluindo todas as formas de comercialização, teve um aumento real de 86,5%, indo de R$ 753,3 bilhões, em 2007, para R$ 1,4 trilhão, em 2014.

O IBGE informa que, em 2014, o Brasil tinha 1,6 milhão de empresas comerciais, que geraram R$ 3 trilhões de receita operacional líquida e pagaram R$ 186,3 bilhões em remunerações a 10,7 milhões de trabalhadores. O Sudeste manteve participação majoritária nas principais variáveis do comércio em 2014: receita bruta de revenda (51,1%); remunerações (55,5%) e ocupados (51,2%), além de pagar o maior salário médio (dois salários mínimos).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.