Publicidade
Início Newsletter Conteúdo em vídeo atingiu 99,2% dos lares brasileiros no primeiro semestre de...

Conteúdo em vídeo atingiu 99,2% dos lares brasileiros no primeiro semestre de 2023

Foto: Bruno do Amaral

Mais de 99% dos 74 milhões de lares brasileiros foram impactados por conteúdos em vídeo no primeiro semestre de 2023. O número reforça a diversidade e o alcance do conteúdo consumido neste formato no país. Pela primeira vez, é possível ver não apenas o consumo nacional, como também a realidade local de seis regiões metropolitanas do Brasil. A partir de julho, o Cross-Platform View oferece aos clientes da Kantar IBOPE Media os dados específicos de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Os primeiros insights sobre o tema estão na edição de Julho dos Data Stories – conteúdo temático divulgado mensalmente pela Kantar IBOPE Media.

No estudo “Aquarelas de Vídeo do Brasil – Explorando o Consumo Cross-media no País” é possível verificar que em cidades como Rio de Janeiro e Curitiba, a média de alcance foi maior do que a nacional e chegou a 99,6%. Os números mostram que nenhuma outra mídia tem tanto poder de abrangência e penetração quanto o vídeo no país. Os dados dizem respeito tanto a vídeos distribuídos por TV Linear (redes de TV abertas e por assinatura) quanto online, que podem chegar ao consumidor das mais variadas maneiras, como smartphones, tablets, computadores e aparelhos de TV conectados à internet.

Realidades locais 

Notícias relacionadas

Dados do Kantar IBOPE Media compilados pela Cross-Platform View mostram que, no âmbito nacional, a TV Linear (redes de TV aberta e por assinatura) lidera a distribuição de conteúdo em vídeo, com uma participação de 77% no share – os 23% restantes são dedicados à audiência de vídeo online. Em algumas cidades, como no caso de Belo Horizonte, a TV Linear ocupa 85% do share, enquanto no Distrito Federal a participação dos vídeos online foi bem maior do que a média brasileira no mês de junho. Por lá, 27% de todo conteúdo em vídeo consumido chega por meio da internet.

A pesquisa também mostra que os vídeos online são consumidos por uma enorme variedade de aparelhos, como TVs Conectadas, smartphones, tablets e computadores de mesa. Em Curitiba, por exemplo, 41% dos vídeos online são assistidos por smartphones, um dos maiores índices do país. Entre as seis regiões metropolitanas atualmente disponíveis no Cross-Platform View, Belo Horizonte é a cidade com o maior share de consumo de video online via desktop: 12%.

Tela grande 

Apesar do grande consumo por celulares ou tablets, os aparelhos de televisão ainda são os mais usados pelos brasileiros para assistir vídeos online. Os dados do Kantar IBOPE Media mostram que neste primeiro semestre os brasileiros gastaram em média 3,3 horas todos os dias consumindo vídeos online pelos aparelhos de TV, enquanto a média total dos devices chegou a 2,18 horas – uma diferença de 44 minutos. Em Belo Horizonte, a diferença é ainda maior: 58 minutos a mais vendo vídeo online por TV do que por outros aparelhos.

A sobreposição de alcance dos conteúdos mostra a diversidade dos meios utilizados pelos brasileiros para consumir vídeo. Em um dia normal, os brasileiros consomem 49% dos vídeos pela TV, numa combinação entre conteúdos que chegam pelas antenas, pelo cabo ou online. O restante, 15%, é exclusivamente online. Em Curitiba, o conteúdo exclusivamente online chega a 20%, recorde no país. Num dia típico, ao menos 15% do alcance dos vídeos é exclusivo online e 20% combinado com a TV Linear.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile