Solução de IoT da Gemalto monitora condições oceânicas na costa brasileira

A Gemalto habilitou uma solução M2M (machine to machine) para monitorar as condições do oceano e melhorar a segurança nos portos brasileiros, o Sismo. Criado em parceria com a consultoria oceanográfica, Hidromares, e a companhia de telemetria e biometria Duodigit, o sistema deve coletar dados por meio de sensores instalados no fundo do mar.

O Porto de Açu no Rio de Janeiro, próximo da Bacia de Campos, é a primeira localidade com a solução que se insere no conceito de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

Os sensores usam o módulo M2M Cinterion da Gemalto e são integrados ao sistema Java para coletar, processar e enviar as informações por meio de redes sem fio a um servidor de backend.

Dados como ondas, correntes, nível do mar, temperatura e salinidade da água são visualizados por uma interface do sistema com intuito de ajudar trabalhadores portuários em suas operações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.