Plano antipane da Telefônica já está pronto

A Telefônica resolveu correr para reverter a medida cautelar da Anatel que suspendeu a oferta do Speedy. Após ter o pedido de efeito suspensivo negado pela agência reguladora, a empresa pode entregar já nesta sexta-feira, 26, o plano solicitado pelo órgão regulador para garantir a fruição e qualidade da oferta do serviço. Segundo fontes da companhia, o projeto já está pronto e, mesmo sem identificar com precisão quais medidas a Anatel espera que sejam tomadas, a equipe da Telefônica se empenhou em atender as demandas feitas na cautelar.
A Anatel exigiu que a empresa apresentasse um plano incluindo um "planejamento de contingência, gerenciamento de mudanças, implantação de redundâncias de redes e sistemas críticos, planejamento operacional e cronograma que indique data a partir da qual estejam implementadas medidas que assegurem a regularidade do serviço". A agência deu 30 dias para a elaboração do projeto, prazo este que expira em 22 de julho.
A decisão da Telefônica de não recorrer contra a cautelar na Justiça se deve, em parte, a esta antecipação do plano. A expectativa da companhia é que, com a entrega rápida, a vigência da medida que proibe a venda possa ser revista pela Anatel mais brevemente. Vale lembrar que a suspensão é por tempo indeterminado. O presidente da Telefônica, Antônio Carlos Valente, deveria ir à Anatel nesta sexta, 26, fazer uma apresentação sobre as panes em São Paulo ao Conselho Consultivo. Ele deve mandar um representante, pois no mesmo horário estará com o presidente da Anatel para oficializar a entrega do documento.
A solução da Telefônica para a agência será antecipar investimentos na infraestrutura de banda larga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.