ZTE fabricará celulares com Celéstica e Evadin

A ZTE firmou acordo com duas companhias para a terceirização da produção de celulares com a sua marca no Brasil: Celéstica, em São Paulo, e Evadin (empresa que usa a marca Aiko), em Manaus. A opção de ter dois parceiros para a fabricação local é estratégica e tem como objetivo minimizar o risco de demora ou falta de produtos. "Não poderia ficar na mão de um só", explica o CEO da ZTE no Brasil, Eliandro Ávila. Tanto Celéstica quanto a Evadin já são também as responsáveis pela produção de modens USB para a ZTE no País. Somando celulares e modens, Ávila espera vender entre 1,5 milhão e 2 milhões de unidades no Brasil este ano.
Conforme adiantado por este noticiário na semana passada, a ZTE entrará no mercado brasileiro de celulares GSM com sua marca própria através do lançamento de dois modelos 2G: um low end slider e um mid-tier touch screen. Há também planos para trazer um modelo 3G no quarto trimestre.
Inicialmente, a ZTE está vendendo os aparelhos para as operadoras. Mas no segundo semestre deve começar a negociar também com varejistas, para realizar vendas diretas. "Esse é o próximo passo", disse Ávila.

Notícias relacionadas
No futuro, é provável que a ZTE comece a exportar celulares e modens para outros países da América Latina a partir da produção no Brasil. Hoje, o fornecimento da ZTE para a região vem principalmente importado da China.
Atualmente, 70% da receita da ZTE no Brasil é proveniente da venda de infra-estrutura, e apenas 30% provem de terminais (modens). Com a comercialização de celulares, a proporção deve ficar em meio a meio até o final do ano, prevê o executivo.

Marketing

A ZTE pretende investir aproximadamente R$ 10 milhões em marketing no Brasil em 2008 para promover a sua marca junto ao consumidor final. A empresa fará uso de anúncios em TV, jornais e revistas. O departamento de marketing da companhia no País está sendo estruturado para trabalhar especialmente a divulgação da marca e muita gente está sendo contratada. Até o final do ano a ZTE deve ter aproximadamente 200 funcionários no Brasil – o dobro do que tinha ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.