Claro calcula ainda ser mais vantajoso construir rede do que usar de terceiros

André Sarcinelli, CTO da Claro

A estratégia da Claro confia na sua capilaridade de fibra para backhaul tanto do serviço fixo quanto do móvel. Mas se precisar expandir, vai construir mais, explica o CTO da operadora, André Sarcinelli. Segundo ele, há espaço para considerar uma parceria com empresas de rede neutra, mas isso provavelmente seria em um segundo momento e em localidades menores, conforme a relação de custo passe a justificar. 

"É uma hipótese que a gente vem estudando com empresas. O modelo de negócios ainda precisa de exercício para a gente entender a dinâmica", destaca o executivo durante painel do Teletime TEC nesta terça-feira, 25. "Mas hoje, quando olha o quanto custa construir e quanto custa usar redes de terceiros, ainda está sendo vantajoso para nós construirmos." 

A vantagem, segundo Sarcinelli, é porque a operadora teria uma eficiência de custo "extremamente avançada". Ainda assim, vislumbra que, no futuro, essa conta possa ter outro modelo. Por isso, reitera que está conversando com o mercado para chegar a um equilíbrio. 

Notícias relacionadas

Em muitos casos, a empresa já tem oferta de fibra até a residência a partir das redes HFC tal o grau de adensamento destas redes, e todas as novas cidades na qual a Claro expande a rede hoje já são com essa tecnologia GPON. Também a infraestrutura de backbone e backhaul existente para conectar as ERBs também é óptica em todas as cidades com mais de 250 mil habitantes. 

Ele afirma que a configuração atual da rede da Claro decorre da malha de fibra das três empresas – Claro, Embratel e Net – que foram consolidadas na Claro Brasil. Em alguns casos, há até sobreposição, já que estações móveis exigem aneis de rede metropolitana com distância de 700 metros entre as antenas. No lado fixo, a banda larga por cabo HFC também utiliza rede óptica e a porção coaxial da rede diminui à medida que o serviço vai evoluindo e os nós precisam ficar menores.

"Olhando o mercado residencial onde temos HFC, é bom lembrar que a fibra vai até um ponto. Em muitas cidades, a gente chega com fibra no prédio. E o coaxial só distribui para os apartamentos", conta Sarcinelli. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.