Encerramento de contrato de Valim prevê bônus para caso de venda da Nextel

Foto: pixabay.com/pexels.com

A controladora norte-americana da Nextel, Nii Holdings, anunciou nesta quinta-feira, 25, detalhes das condições do fim do contrato com a saída de Francisco Valim, ex-presidente da operadora brasileira, no final de abril. De acordo com a empresa, foi assinado na última terça-feira, 23, um acordo com o executivo prevendo que ele receba a quantia de R$ 7,087 milhões, o que inclui R$ 604,2 mil de multa de recisão. Além desse valor, Valim recebe o bônus trimestral de R$ 1,2 milhão, referente ao fim do primeiro período de 2017.

O executivo ainda poderá receber mais R$ 7,087 milhões caso seja concretizado um acordo de venda da Nextel, que resultaria na transferência total do controle da tele brasileira. Esse adicional está condicionado ao período de um ano da data de execução da venda, com seu pagamento disponibilizado cinco dias após o fim dessa transação. A Nii afirma que Valim concordou ainda com o período de 12 meses de afastamento de competidores da operadora. Francisco Valim comandou a operadora por 18 meses. Em seu lugar, entrou Roberto Rittes.

Além das condições do acordo com o empresário brasileiro, a Nii Holdings anunciou ainda a eleição de seu conselho. Entre os sete conselheiros da administração, estão o CEO Steven Shindler e o novo membro, Ricardo Knoepfelmacher, que havia anunciado na semana passada que deixaria o comitê de nomeação de governança corporativa. Os demais nomes são Kevin Beebe, James Continenza, Howard Hoffmann, Christopher Rogers e Robert Schriesheim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.