Cai ritmo de crescimento da indústria eletroeletrônica em março

O ritmo de crescimento do nível de emprego na indústria eletroeletrônica caiu em março, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged) reunidos pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e divulgados nesta terça-feira, 25. Foram 224 novos postos de trabalho, contra 902 em fevereiro e 1.814 em janeiro. Em comunicado, o presidente da Abinee, Humberto Barbato, afirmou que a "perda de fôlego acende um sinal de alerta para a sequência do ano".

A entidade ressalta, no entanto, o saldo positivo no trimestre: 2.940 vagas a mais do que dezembro. No comparativo anual, porém, ainda são 6,9 mil vagas a menos, uma queda de 2,87%. O mês de março fechou com um total de 235,7 mil empregados no setor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.