Claro amplia base de assinantes em 26,7%

A Claro foi a subsidiária que mais adicionou clientes para a América Móvil no primeiro trimestre de 2008 depois do México, de acordo com o balanço da companhia mexicana divulgado nesta sexta-feira, 25. Foram 953 mil novos assinantes, o que representou uma expansão de 26,7% ano a ano, ou 31,1% a mais que o mesmo período do ano passado, totalizando 31,2 milhões de clientes.
A receita da Claro cresceu 22,8% ano a ano e alcançou R$ 2,6 bilhões (US$ 1,55 bilhão) no trimestre, representanto quase 20% do resultado da América Móvil que totalizou receita de US$ 7,78 bilhões. A receita de dados subiu 49% e a de serviços cresceu 22% no período. A Arpu (receita média por usuário) total (pré e pós pago) caiu 3,6%, segundo a empresa, pelo rápido crescimento do número de assinantes pós-pagos. A Arpu do pré-pago cresceu 3,6% devido às promoções de tarifas que incrementaram o MOU (minutos de uso por cliente) em 34,8% no período. O Ebitda foi de R$ 788 milhões (US$ 472,2 milhões), 33,5% a mais que o mesmo período do ano passado. A margem Ebitda foi de 29,8%, 2,4 pontos percentuais a mais que 2007. Até o final de março a Claro cobria 40 cidades com a rede UMTS/HSDPA.

América Móvil

Notícias relacionadas

No primeiro trimestre de 2008 a América Móvil, braço de telefonia móvel da Telmex, alcançou receita de 81,3 bilhões de pesos (US$ 7,78 bilhões), 20,6% a mais ano a ano. A empresa adicionou 5,7 milhões de novos clientes no período, totalizando 159,2 milhões de assinantes, sendo 1,5 milhão adquiridos no México, 953 mil no Brasil, seguidos por Argentina (587 mil), Peru (555 mil) e Colômbia (521 mil).
A queda da Arpu no México, Brasil, Chile, Colombia, Peru Caribe, Equador e Estados Unidos e América Central é explicada pelo CEO (Chief Executive Officer) da América Móvil, Daniel Hajj, devido às férias no período imediatamente anterior e as promoções de Natal. Em conferência com analistas, ele destacou, no entanto, que a política da empresa é continuar as promoções e subsídios aos aparelhos, inclusive para a rede 3G. "Esperamos uma recuperação da Arpu nesses países, mas é difícil precisar em quanto tempo", disse o executivo.
A receita de serviços cresceu 20,8%, com destaque para a Argentina com crescimento de 33,2%, e Brasil 22%. O Ebitda foi de 33,9 bilhões de pesos (US$ 3,24 bilhões), 17,8% maior ano a ano, e 41,7% de margem Ebitda, com destaque para o crescimento na Argentina em 6,1 pontos percentuais, enquanto o Brasil, Equador, e Caribe cresceram em torno de 2 pontos percentuais.
O lucro operacional alcançou 23,4 bilhões de pesos (US$ 2,24 bilhões), 11,3% maior que o ano anterior e representou quase 30% da receita. O lucro líquido foi de 13,8 bilhões de pesos (US$ 1,32 bilhão), o equivalente a 40 centavos de peso por ação (US$ 0,038) e US$ 0,74 por ADR. A dívida caiu para 5,3 bilhões de pesos (US$507,6 milhões) no trimestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.