SES 14 entrou em órbita, diz Ariane Space

Após o susto inicial pela perda de comunicação com o foguete de lançamento, a Ariane Space confirmou que o satélite SES 14 foi colocado em órbita corretamente. O lançamento ocorreu nesta quinta, 25, pelo foguete Ariane 5, na Guiana Francesa, mas após a ignição do último estágio a telemetria com o foguete e com os satélites foi perdida. Uma hora depois de anunciar a anomalia, contudo, veio a boa notícia de que a separação dos dois satélites da missão AV241(o SES 14 e o Yahsat Al Yah 3) estavam em órbita. A empresa entretanto não deu informações ainda sobre a posição em que eles foram colocados no espaço, o que ainda gera incertezas sobre o sucesso pleno do lançamento.

No caso do SES 14, será o primeiro satélite da empresa a utilizar uma posição orbital brasileira. O satélite ficará na posição 47,5W e terá capacidade em banda C (especialmente posicionada para atender ao Brasil e à América Latina) e banda Ku (dedicada especificamente para transmissão de dados, incluindo projetos de backhaul e transmissão para aeronaves e marítimas). O satélite substitui o NSS-806, e também leva um payload especialmente encomendado pela Nasa para observação terrestre. O satélite deverá estar operacional depois de chegar à órbita e realização dos testes padrão, processo que costuma levar cerca de dois meses, mas por ter propulsão elétrica, o tempo deve ser bem maior, o que é compensado posteriormente na vida útil do satélite. O fato de ser um satélite elétrico pode facilitar o ajuste, caso o lançamento tenha colocado o satélite fora da posição desejada inicialmente em decorrência da falha na telemetria. O satélite foi fabricado pela Airbus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.