OpenRAN ainda levará cinco anos para maturidade, diz TIM

Leonardo Capdeville, CTIO da TIM. Foto: Henrique Medeiros/Mobile Time

Apesar de já ter demonstrado grande interesse na OpenRAN, a TIM ainda tem cautela e acredita que a tecnologia ainda precisa amadurecer. Para o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, apenas nos próximos três a cinco anos é que haverá esse nível para aplicar o desenho de arquitetura de rede de acesso móvel aberta em larga escala. 

Durante participação no evento online TELETIME Tec nesta terça-feira, 23, Capdeville mencionou que é preciso iniciar alguns passos. "Seria precoce falar em maturidade, é uma tecnologia que começa a ser desbravada agora, há um ou dois anos. Ainda vai requerer questão de escala, segurança e interoperabilidade", afirma. "Eu diria que vejo, daqui a cinco anos, como algo maduro, escalável e usado no mundo, mas ainda estamos na fase de entender."

O executivo explica que o Brasil precisa aproveitar esse início para participar de discussões, podendo se beneficiar das inovações. "A gente pode até almejar algo de indústria nacional participando em alguma escala do desenvolvimento", vislumbra. 

Notícias relacionadas

Segurança

Outra visão que a OpenRAN traz é a de que os múltiplos fornecedores terão a segurança by design como parte do processo de padronização global discutida pela indústria. "Seguindo um standard, afeta o mundo inteiro, e isso dá robustez para garantir padrões seguros", diz Capdeville.

"É importante lembrar que toda a comunicação e definição de OpenRAN e 5G é em protocolos e padrões de comunicação e segurança. Não está finalizado, mas é importante que cada uma das comunicações estão sendo desenhadas para serem seguras por desenho", destacou o gerente do time de engenheiros de vendas para Operadoras de Telecom e Service Providers da F5 Latin America, Ivan Ramos. Para ele, há ainda necessidade de camada adicional de segurança nessas redes, uma vez que as APIs do software estarão "expostas em público". 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.