Seaborn firma parceria para ultra baixa latência entre bolsas de SP e Chicago

Proprietária e operadora do cabo submarino Seabras-1, a Seaborn celebrou uma parceria estratégica com a provedora internacional de serviços de dados Anova Financial Networks que deve possibilitar conexão de ultra baixa latência (ultra-low latency, ou ULL) entre a bolsa de valores paulistana (B3) e a Chicago Mercantile Exchange (CME), nos Estados Unidos.

O serviço será viabilizado a partir do Seabras-1, que conecta São Paulo a Nova York, e da rota de fibra ótica da Anova que interliga a costa leste norte-americana até a cidade de Chicago. Players do setor financeiro poderão contratar os serviços através das duas empresas.

Segundo a Seaborn, entre as vantagens do Seabras-1 está o fato da rota América do Sul/EUA evitar áreas propensas a furacões, como a Flórida e a região do Caribe. Recentemente, a operadora também anunciou um acordo para permitir a interconexão de clientes do cabo submarino com o ponto de troca de tráfego (PTT) da DE-CIX em Nova York.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.