Atraso na entrega de equipamentos afeta cronograma de revitalização de TUPs, diz Oi

Em comunicado enviado no início da noite desta sexta, 24, a Oi informa que o compromisso assumido com a Anatel no segundo semestre do ano passado de revitalizar sua planta de telefones públicos (TUPs) foi "prejudicado por questões alheias à vontade da companhia, como o atraso na entrega de 135 mil equipamentos por parte de fornecedores nacionais e intempéries climáticas". A Oi informa que chegou, inclusive, a cogitar junto à Anatel a homologação de fornecedores estrangeiros dos equipamentos e que vem realizando mensalmente a atualização, junto à agência, de informações sobre o cronograma. A tele argumenta ainda que, "além da degradação provocada por fatores como intempéries climáticas, os orelhões são constantemente vandalizados, por isso é importante a colaboração de todos no sentido de que os aparelhos sejam preservados".

Notícias relacionadas
O compromisso previa que cerca de 252 mil TUPs seriam trocados no período 2012/2013. Segundo a operadora, houve melhora significativa dos indicadores estabelecidos no compromisso, mas, "em virtude de alguns atrasos", optou por oferecer gratuidade no uso de orelhões, em ligações locais para telefones fixos, nos municípios que não puderam ser atendidos no prazo acordado, "como forma de reparação junto aos usuários dessas localidades". De acordo com o balanço divulgado pela Anatel, serão 2020 os municípios beneficiados com as ligações gratuitas.

A planta da Oi soma 700 mil orelhões em cerca de 4 mil municípios e a operadora lembra que está implantando um programa de uso dessa estrutura para colocação de hotspots Wi-Fi para ampliar sua cobertura externa sem fio de banda larga.

Embratel

A Embratel, que também apresenta dificuldades para alcançar o índice mínimo de 90% de planta ativa de TUPs, já adota a medida de oferecer ligações gratuitas nas chamadas de longa distância nacional desde abril deste ano. Em junho o índice da Embratel foi o mais baixo: 69%.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.