Oi projeta fibra até o cômodo para segmento corporativo a partir de 2023

Em fase inicial de lançamento pela Oi no mercado residencial, a solução de fibra óptica até o cômodo (ou FTTR) desenvolvida pela Huawei e adotada pela operadora deve chegar ao mercado corporativo a partir de 2023.

A previsão foi realizada durante o Latam ICT 2022, encerrado nesta sexta-feira, 24, no México. Segundo o gerente sênior de operações da Oi, Rafael Freitas Amorim, que representou a operadora no evento, o lançamento do serviço no mercado residencial (a partir de Blumenau) vai ajudar a operadora a aprimorar a oferta para clientes B2B.

"Em um primeiro momento, o FTTR será vendido junto ao Oi Fibra, mas em um segundo momento, a tecnologia fará parte do guarda-chuva da Oi Soluções", recordou Amorim. Por enquanto, a expectativa é que clientes empresariais tenham acesso ao produto a partir do ano que vem.

Notícias relacionadas

"A princípio, este ano ele fica no varejo. A gente está focado em entender a tecnologia e como comunicá-la ao cliente", explicou o profissional. Segundo ele, as características diversificadas do segmento de consumo devem servir de aprendizado para implementações em um ambiente corporativo (que normalmente conta com níveis de exigência mais elevados).

Uma vez madura, o entendimento é que a tecnologia terá grande potencial B2B, visto que a ramificação da fibra óptica para diferentes cômodos seria de grande valia em segmentos como o hoteleiro ou mesmo em prédios comerciais. Há algum tempo, a própria Huawei projetou cenário no qual cada terminal de trabalho de um escritório poderia contar com sua própria interligação de fibra óptica.

Para viabilização do FTTR (que pode entregar velocidades de 1 Gbps; a Oi é primeira cliente com a tecnologia na América Latina), um cabo óptico diferenciado é oferecido pela fornecedora chinesa. O elemento, que funciona como uma espécie de fita adesiva, é flexível, fino e transparente para permitir instalações de baixo impacto visual dentro de diferentes cômodos. (O jornalista viajou para Cancún a convite da Huawei).

Deixe seu comentário