Publicidade
Início Newsletter Algar Telecom evolui plataforma IoT para monitoramento de ativos

Algar Telecom evolui plataforma IoT para monitoramento de ativos

A Algar Telecom anunciou a ampliação de sua plataforma de Internet das Coisas (IoT) para monitoramento e rastreamento de ativos no segmento corporativo. O produto foi desenvolvido por meio do Brain, o centro de inovação da operadora.

Classificada como uma solução “completa” de conectividade e batizada como Asset Control, a plataforma terá como parceiros a Aruba (para pontos de acesso WiFi), Ingram Micro Brasil (distribuição), Conversys IT Solutions (implantação) e Lab³ (dashboard).

Implementações são esperadas nos segmentos de indústria, educação, varejo, entretenimento e saúde. A Asset Control é uma evolução da Hospital Monitora, lançada pela Algar em setembro de 2020 e que tem permitido monitoramento de ativos de alto valor para hospitais, como cadeiras de rodas e respiradores.

Notícias relacionadas

O serviço é habilitado a partir de tags do tamanho de uma moeda de 1 real fixadas em objetos, que se conectam via bluetooth com pontos de acesso WiFi. A solução pode ser 100% customizada para diferentes necessidades de uso, segundo a Algar.

“Somos a única empresa do Brasil que oferece a solução completa de conectividade, serviços e aplicações, sem a necessidade de contratar um fornecedor diferente para cada etapa e funcionalidade”, afirmou em comunicado a presidente do Brain, Zaima Milazzo.

Inscrições

O centro de inovação da Algar também prorrogou inscrições para a chamada internacional de startups com foco em empresas de vizinhos da América Latina e de Portugal: o novo prazo final para submissões é dia 9 de julho. Até cinco startups serão escolhidas e trabalharão em conjunto com o Brain para desenvolver novas soluções para a operadora.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile