Reino Unido adia leilão de 2,6 GHz

A Ofcom, reguladora de telecomunicações do Reino Unido, adiou o leilão de licenças na frequencia de 2,6 GHz. Inicialmente, a promessa era realizar a venda em meados deste ano, mas agora o órgão informou que o leilão acontecerá apenas em 2010. Com a exceção da Suécia, que já vendeu a faixa de 2,6 GHz, a grande maioria dos países europeus deve vender suas licenças de 2,6 GHz no ano que vem.
As regras do leilão desse espectro no Reino Unido conterão algumas diferenças importantes em relação a outros países. Segundo o site Rethink Wireless (www.rethink-wireless.com), a Ofcom tem o costume de ser um dos mais abertos reguladores da Europa. Seguindo essa linha, acredita-se que a Ofcom permitirá que a frequencia de 2,6 GHz seja usada tanto por LTE quanto por WiMAX. É esperado também que a Ofcom reserve uma parte da faixa de 2,6 GHz para um broker independente de espectro, que não teria licença para prestar o serviço aos consumidores finais, mas alugaria capacidade para as operadoras.
O leilão de 2,6 GHz do Reino Unido é um dos mais esperados da Europa. Especula-se que a British Telecom (BT), incumbent daquele país, seria uma das interessadas em participar. A BT não tem hoje uma rede celular própria. Ela vendeu sua infraestrutura móvel no passado para a O2, hoje controlada pela Telefônica.

Notícias relacionadas
Evento
Na próxima semana, dia 1 de julho, acontece em São Paulo o 2º Seminário Wireless Broadband, organizado pelas revistas TELETIME e TI Inside. O evento terá o detalhamento das frequências e editais que a Anatel ainda pretende realizar para terceira geração e as perspectivas para a quarta geração, incluindo redes LTE e WiMAX móvel. Mais informações sobre inscrições e o programa de debates está disponível no site www.teletime.com.br/eventos .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.