Confiança da indústria eletroeletrônica cai pelo quarto mês seguido

Maio marcou o quarto mês consecutivo de queda na confiança da indústria eletroeletrônica, afirmou nesta sexta-feira, 24, a Abinee, associação que representa empresas do setor. Baseado em dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do segmento recuou 3,9 pontos ante abril e ficou em 53,4 pontos no quinto mês do ano.

O mesmo indicador havia atingido 65,1 pontos em janeiro. "A situação do mercado é muito difícil, faltam encomendas e os negócios estão rareando", descreveu o presidente executivo da Abinee, Humberto Barbato, em um "alerta" às autoridades. De acordo com os dados, a queda de confiança em maio foi mais acentuada no setor elétrico, com recuo de 5 pontos, para 50,1. Na cadeia eletrônica, houve queda de 2,6 pontos, para 59,6. Valores acima dos 50 pontos indicam otimismo; abaixo dos 50, falta de confiança.

Para Barbato, o próximo índice já será negativo caso não haja maior rapidez na adoção de medidas que revertam o "quadro de paralisia". Entre as demandas estão as reformas, novas parcerias público-privadas (PPPs) na área de infraestrutura e outras ações de estímulo à economia. O presidente-executivo ainda entende que a guerra comercial entre Estados Unidos e China pode ser propícia para ampliar exportações brasileiras ao mercado norte-americano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.