TV paga cai 0,05% e chega a março com 18,6 milhões de assinantes

O número de assinantes de TV paga no Brasil ficou praticamente estagnado em 18,6 milhões em março, com  uma leve queda  de 9,9 mil usuários na comparação com fevereiro, o que equivale a uma queda de 0,05%. A Sky AT&T apresentou o maior crescimento no mês de 1,69%. O número não reflete o desligamento do sinal digital em São Paulo nem a retirada dos canais SBT, Record e Rede TV, o que só aconteceu no final do mês.

No mês de março, a Sky foi a operadora que mais cresceu, com 88 mil novos assinantes, fechando o período com uma base de 5,3 milhões, segundo os dados reportados à Anatel. O grupo América Móvil passou a reportar os números em combinação com a Blue, e agora totaliza 9,74 milhões de clientes. Ainda assim, foi um número 44 mil assinantes inferior ao registrado em fevereiro. O DTH da empresa (Claro TV) perdeu 36 mil clientes e fechou março com 2,43 milhões de assinantes. O restante é a base de cabo.

Outra operadora que perdeu base no mês de março foi a Vivo TV, com 13,6 mil clientes a menos, fechando o período com 1,66 milhão. A Oi TV segue em crescimento e adicionou 16,7 mil assinantes, indo a 1,37 milhão. As outras operadoras somadas perderam 57 mil assinantes no mês de março

Segundo a Anatel, nos estados brasileiros, no último mês o Rio Grande do Norte liderou a redução percentual nos números de usuários de TV paga, menos 5,71%, seguido por Sergipe com redução de 2,55% e Tocantins com menos 1,42%.

Nos últimos doze meses, Pernambuco liderou a redução percentual nos assinantes no País, menos 7,42%, seguido de Goiás com queda de 6,18% e Rondônia com menos 5,40%. Lideraram o crescimento da TV paga no Brasil os estados do Piauí com 9,13%, Maranhão com 6,62% e Pará com 3,31% de aumento no número de assinantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.