Governo prepara decreto que formaliza novo cronograma do switch-off analógico

O Ministério das Comunicações e a Casa Civil estão preparando um novo decreto que formalizará a adoção de um cronograma mais flexível para o desligamento da TV analógica (switch-off). Como já foi anunciado pelo Minicom, o desligamento da TV analógica não será mais de uma vez só em junho de 2016, mas começará mais cedo, em 2015, e se estenderá até 2018.

Outro ponto que será flexibilizado é o simulcast. O ministro Paulo Bernardo explica que o decreto também vai isentar as empresas que ainda não fizeram a digitalização de transmitirem o sinal analógico e digital simultaneamente. Bernardo detalha que a medida beneficia os radiodifusores de pequeno porte que teriam dificuldades econômicas para manter os dois sinais. "Nós estamos propondo que possa haver a migração direta do analógico para o digital", diz ele. A medida traz um benefício para o planejamento do Ministério das Comunicações: alivia a pressão dos radiodifusores em algumas cidades, onde garantir um canal analógico e um digital a cada radiodifusor para o simulcast complicaria a l;iberação do espectro de 700 MHz para a banda larga móvel, como quer o governo.

Conforme divulgado na última segunda-feira pela Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), o Minicom já tem um cronograma provisório do primeiro ano de desligamento da TV analógica, que abrangerá 1.521 municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.