Publicidade
Início Newsletter Vitor Lippi acredita que PL do silêncio positivo está próximo de ser...

Vitor Lippi acredita que PL do silêncio positivo está próximo de ser pautado

Deputado Vitor Lippi (PSDB-SP). Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O deputado Vitor Lippi (PSDB-SP) acredita que o PL 8.518/2017, que traz a licença precária no período de 60 dias de silêncio positivo (aprovação tácita) para a instalação de antenas, poderá ser aprovado em breve. Em evento online da Brasscom nesta quinta-feira, 24, o deputado ressaltou que é necessária movimentação para que o texto possa enfim ter a votação na Câmara dos Deputados. 

“Agora, [o PL] está muito próximo de ser aprovado, e espero que seja nas próximas semanas”, declarou. Argumentando com os demais membros do painel, Lippi pediu ajuda para adicionar pressão e agilizar a votação. “Contamos com vocês porque é uma briga eterna, a pauta [da Câmara] é um funil”, destacou, mencionando que o projeto é importante para a implantação da rede 5G. 

Além de Lippi, o projeto é de autoria de Odorico Monteiro (PSB-CE) e foi aprovado em maio do ano passado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados. Desde dezembro de 2020, a matéria tem urgência aprovada para ir ao plenário. Em agosto do ano passado teve a última tramitação, quando foi objeto de requerimento para inclusão na ordem do dia. 

Notícias relacionadas

A questão é que a licença precária no PL de Lippi é algo que pode trazer insegurança jurídica para o setor. Isso porque a licença precária, no aspecto jurídico que o termo possui, poderia ser revogada a qualquer tempo pelo poder municipal ou órgão competente, sem justificativa e de maneira discricionária. 

O deputado também menciona o PL 3.861/2015, que trata do direito de passagem e compartilhamento, e que se encontra atualmente aguardando parecer do relator na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), tendo já passado pela CCJC. Lippi também pediu a ajuda política para pressionar o avanço da proposta na Câmara. A autoria do projeto é da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI). 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile