Brasileiro quer mais velocidade na banda larga para enfrentar trabalho híbrido

Foto: Pixabay

Um estudo da Cisco sobre a percepção da banda larga em diferentes países mostrou que 82% dos brasileiros veem necessidade da Internet fixa local "melhorar drasticamente" para acompanhar a demanda do trabalho híbrido.

Segundo o levantamento, quase metade da população (49%) está considerando migrar para planos de banda larga com maiores velocidades. Além da confiabilidade, o grande consumo associado ao home office (mais de quatro horas diárias entre 88% dos respondentes) e a presença de mais uma pessoa online na residência (em 63%) surgem como razões.

Por outro lado, o fator custo aparece como principal obstáculo para 77% dos entrevistados; na visão da Cisco, o cenário aponta a necessidade de políticas públicas que acelerem o consumo e a universalização do serviço.

Notícias relacionadas

"Embora os provedores de serviços devam se concentrar em aumentar a velocidade e confiabilidade da banda larga no País, o governo deve criar políticas para fomentar esse desenvolvimento", afirmou a fornecedora. "Há um papel para o governo fornecer conectividade em áreas não atendidas pelas operadoras e para segmentos da população economicamente incapazes de pagar por aqueles serviços".

A pesquisa da Cisco incluiu quase 60 mil profissionais de 30 países que trabalham tanto no formato híbrido quanto em modelo integral presencial. No Brasil, 56% dos respondentes estavam trabalhando de casa.

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente querem mais velocidade, porém os consumidores não possui equipamentos que acompanhe velocidades superior a 40 MB, e não conseguem compreender que o mesmo adquiri uma BL de 200MB mais seu smartphone não ultrapassa os 35MB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.