Anatel implantará sistema de alertas por SMS de desastres naturais

Em parceria com a Defesa Civil, a Anatel implantou um sistema de alertas de catástrofes naturais por SMS. Segundo a agência nesta terça-feira, 24, o projeto contará com dados do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e com apoio das teles para financiar e operar a plataforma, que deverá ser implantada em todo o País até o final do ano. Um projeto piloto será ativado a partir de 1º de fevereiro em 20 municípios de Santa Catarina, uma área que cobre cerca de 500 mil habitantes e que tem eventos meteorológicos com potenciais acidentes, como ressacas, vendavais, alagamentos, enxurradas e granizo.

Os alertas em si começarão a ser enviados a partir de 7 de fevereiro se houver ocorrências. O piloto tem previsão de durar 120 dias, e em maio será feita uma avaliação de 65 dias para uma eventual revisão do projeto. A ideia é que o serviço comece a ser disponibilizado para o resto do País a partir de julho. O cronograma ficará a cargo do Cenad.

Pelo menos nessa etapa inicial, o serviço será fornecido como opt-in – ou seja, o usuário precisa se cadastrar para receber os alertas. A mensagem avisando sobre o projeto piloto será assim: "Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse". A Anatel afirma que haverá ainda divulgação nos meios de comunicações destas cidades. O serviço é oferecido sem custos ao cliente e ao governo, uma vez que as operadoras financiarão totalmente o sistema.

A lista de cidades e eventos do projeto piloto catarinense da Anatel é a seguinte:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.