TIM encerra programa de recompra de ações e anuncia nova transação

Foto: pixabay.com / Pexels

A TIM comunicou ao mercado por meio de fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta terça-feira, 23, que efetuou o encerramento do programa de recompra de ações. O conselho de administração da companhia aprovou em substituição um novo programa, com novas condições. Para a nova recompra, a empresa utilizará recursos dos saldos de reservas de capital e de lucros, que totalizam R$ 6,246 bilhões.

No período do programa encerrado, foram adquiridas 2,354 milhões de ações ordinárias a um preço médio de R$ 11,77 com o objetivo de cumprir obrigações decorrentes do plano de longo prazo baseado em ações e dirigido aos executivos da companhia. O plano foi aprovado pelo conselho da TIM em outubro de 2017.

Nos termos do novo programa de recompra de ações, a companhia determina novas condições. Ela vai adquirir ações de própria emissão para atender ao exercício de opções de compra no âmbito do plano de incentivo baseado em ações. Além disso, estabelece como limite de aquisição um total de até 377 mil ações ordinárias, sem redução do capital social, e que correspondem a 0,02% do total de ações ordinárias da TIM, ou 0,05% do total de ações em circulação. O momento da aquisição dessas ações será decidido pela diretoria.

O novo programa terá início a partir desta data, com duração até 2 de outubro de 2019. As aquisições serão realizadas na Bolsa de Valores de São Paulo, a preços de mercado e observando os limites legais e regulamentares aplicáveis. A intermediação será feita pelo Brasil Plural CCTVM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.