Embratel investe em WiMAX e cria pacote de produtos IP

Para ganhar espaço entre as grandes empresas já clientes, a Embratel está lançando o sistema de comunicação unificada Embratel IP. A solução une telefonia, internet, transmissão de dados e serviços, com equipamentos e softwares de diversos parceiros. Segundo o diretor-executivo da Embratel, Maurício Vergani, a empresa vê grande oportunidade em ampliar presença no mercado de voz entre os grandes clientes que já têm redes MPLS ou banda larga da Embratel. "É um mercado potencial de 10 mil empresas", diz. Do total de 5 milhões de linhas fixas vendidas pela Embratel, 40% pertence ao mercado corporativo. O Embratel IP oferece infra-estrutura de rede e a camadas de aplicações, incluindo identidade única, videochamada, voice mail e telefone celular como ramal IP. Como o produto ajuda a reduzir entre 10% e 15% nos custos da comunicação do cliente, a Embratel prevê boas vendas, mesmo com o cenário de crise de crédito em 2009.
Para as pequenas e médias, a oferta é o Embratel PME com rede WiMAX. Inclui linhas telefônicas e banda larga onde a rede da Net não chega. O serviço foi lançado primeiro para as pequenas e médias empresas, mas a empresa espera oferecer para o mercado residencial quando o serviço estiver mais maduro. "Esperamos a queda do preço das CPEs e a estabilização do uso da freqüência de rádio", diz Vergani.
O serviço está presente em 12 cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, São Luiz, Brasília, Goiânia, Belém, Salvador, Porto Alegre e Curitiba) e será expandido para 61 municípios até o final do ano. Os investimentos somam R$ 180 milhões em três anos.

Notícias relacionadas
A Embratel deve mostrar, na próxima semana, sua operação de DTH, mas ainda sem destaque. O serviço será lançado comercialmente em novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.