TIM tem o pior atendimento entre as fixas nos últimos seis meses

A Anatel divulga periodicamente em seu portal o Índice de Desempenho no Atendimento (IDA) das operadoras móveis (SMP) e fixas (STFC), nas modalidades local e longa distância. O índice leva em consideração a capacidade de cada prestadora atender as demandas dos clientes no prazo de cinco dias, de diminuir a quantidade de reclamação, de reduzir pendências e de evitar reincidências.
Entre os meses de março e agosto de 2010 (período que a Anatel disponibilizou em seu portal), a TIM se destacou negativamente pelo baixo IDA apresentado. A operadora, que também atua na telefonia fixa com o serviço "TIM Fixo", registrou um IDA médio de 41,62, praticamente a metade da segunda pior nota, da Oi, com 79,07 (sendo 100 o melhor desempenho de atendimento ao cliente estabelecido pela Anatel). Em compensação, a operadora mais bem pontuada no STFC local foi a Intelig, que é controlada pela TIM e obteve a nota máxima cem, seguida de perto pela CTBC Telecom (99,70); Sercomtel (98,55); GVT (96,64); Embratel (82,71); e Telefônica (80,92).
Esta reportagem entrou em contato com a TIM para que a operadora se pronunciasse a respeito do índice de qualidade de atendimento tão abaixo da média geral. De acordo com nota oficial da tele, "a empresa está atenta às observações dos usuários de telefonia fixa e ressalta que está trabalhando fortemente na melhoria dos pontos identificados como causadores das demandas sobre o produto".
SMP
No serviço móvel, a TIM também não ocupa posição confortável. Entre as grandes, é uma das últimas, com 90,3, "superada" apenas pela Claro, com 90,23. Pior que elas somente a Brasil Telecom (a atuação da Oi na região II ainda é tratada separadamente pela Anatel), com 80, e a Aeiou, com 83,17. A liderança no índice de atendimento no período de março e agosto de 2010 ficou para a Vivo, com 97,47, em seguida a CTBC Telecom (95,71); a Sercomtel (92,10); e a Oi (90,56).
Longa distância
Na longa distância nacional, a CTBC Telecom também apresentou excelente colocação, com a média máxima (100); seguida de perto pela Embratel (99,04); GVT (95,90); Brasil Telecom (95,60); Oi (94,52); Intelig (94,17); Telefônica (86,82); e Sercomtel (84,56).
A Anatel manteve o código de seleção de prestadora da extinta BrT para ser usado apenas na região II.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.