TIM tem o pior atendimento entre as fixas nos últimos seis meses

A Anatel divulga periodicamente em seu portal o Índice de Desempenho no Atendimento (IDA) das operadoras móveis (SMP) e fixas (STFC), nas modalidades local e longa distância. O índice leva em consideração a capacidade de cada prestadora atender as demandas dos clientes no prazo de cinco dias, de diminuir a quantidade de reclamação, de reduzir pendências e de evitar reincidências.
Entre os meses de março e agosto de 2010 (período que a Anatel disponibilizou em seu portal), a TIM se destacou negativamente pelo baixo IDA apresentado. A operadora, que também atua na telefonia fixa com o serviço "TIM Fixo", registrou um IDA médio de 41,62, praticamente a metade da segunda pior nota, da Oi, com 79,07 (sendo 100 o melhor desempenho de atendimento ao cliente estabelecido pela Anatel). Em compensação, a operadora mais bem pontuada no STFC local foi a Intelig, que é controlada pela TIM e obteve a nota máxima cem, seguida de perto pela CTBC Telecom (99,70); Sercomtel (98,55); GVT (96,64); Embratel (82,71); e Telefônica (80,92).
Esta reportagem entrou em contato com a TIM para que a operadora se pronunciasse a respeito do índice de qualidade de atendimento tão abaixo da média geral. De acordo com nota oficial da tele, "a empresa está atenta às observações dos usuários de telefonia fixa e ressalta que está trabalhando fortemente na melhoria dos pontos identificados como causadores das demandas sobre o produto".
SMP
No serviço móvel, a TIM também não ocupa posição confortável. Entre as grandes, é uma das últimas, com 90,3, "superada" apenas pela Claro, com 90,23. Pior que elas somente a Brasil Telecom (a atuação da Oi na região II ainda é tratada separadamente pela Anatel), com 80, e a Aeiou, com 83,17. A liderança no índice de atendimento no período de março e agosto de 2010 ficou para a Vivo, com 97,47, em seguida a CTBC Telecom (95,71); a Sercomtel (92,10); e a Oi (90,56).
Longa distância
Na longa distância nacional, a CTBC Telecom também apresentou excelente colocação, com a média máxima (100); seguida de perto pela Embratel (99,04); GVT (95,90); Brasil Telecom (95,60); Oi (94,52); Intelig (94,17); Telefônica (86,82); e Sercomtel (84,56).
A Anatel manteve o código de seleção de prestadora da extinta BrT para ser usado apenas na região II.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.