Vivo e Huawei testam 5G, ondas milimétricas e FWA no Rio de Janeiro

Foto: Pixabay

A Vivo está conduzindo uma série de testes 5G ao lado da Huawei na cidade do Rio de Janeiro. A experimentação inclui o uso de ondas milimétricas (26 GHz), do FWA e de estações de baixo impacto visual, além do 2,3 GHz e, futuramente, o 3,5 GHz.

Chamada de 5G City, a iniciativa foi apresentada pelo diretor de estratégia da Vivo, Marcelo Abdo, durante o evento Latam ICT 2022, iniciado nesta quinta-feira, 23, no México. Até o momento, os trabalhos ao lado da fornecedora chinesa têm envolvido:

  • macro-sites 5G em 2,3 GHz, com previsão de inclusão do 3,5 GHz assim que o uso da faixa for liberado na cidade;
  • a utilização das ondas milimétricas para "smart office" (escritório inteligente) entre clientes selecionados e também em ambientes outdoor;
  • aplicações da tecnologia de acesso fixo-móvel (FWA), com CPEs em ambientes de clientes;
  • e o uso de "green sites" com baixo impacto visual, voltados para municípios com condições físicas complexas ou legislações ainda restritivas.
Notícias relacionadas

Entre os aspectos em estudo está a possibilidade de clusters para diferenciação de níveis de serviço, para que indicadores mais robustos possam ser oferecidos em regiões densas ou de alto valor. Em áreas premium, taxas teóricas de 2 Gbps foram projetadas pela empresa a partir do 5G.

Jornada

No momento, a parceria com a Huawei para os testes ainda é considerada uma iniciativa de caráter interno e pequena escala. "Ainda não estamos na fase de testes comerciais. Estamos vendo como a tecnologia funciona e buscando modelos de negócios mais adequados ao lado de clientes selecionados", explicou o diretor de estratégia.

Ainda segundo Abdo, a capital fluminense foi selecionada para ser o primeiro campo de provas, mas com intenção da estratégia ser replicada em outros distritos do País. Vale lembrar que a Huawei é parceira da TIM desde março em um outro projeto de 5G City – neste caso, em Curitiba.

Marca

O campo de testes é concomitante ao lançamento de serviços 5G pela Vivo, que já soma em junho "quase 1 milhão" de clientes no padrão a partir das tecnologias DSS e non-standalone em 2,3 GHz (em março, eles eram pouco mais de 800 mil). Esta faixa está sendo utilizada para prestação dos serviços desde dezembro de 2021, revelou Abdo durante o Latam ICT 2022. (O jornalista viajou para Cancún a convite da Huawei).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.