TIM reitera ter core de rede pronto para ligar o 5G SA ainda em 2022

Atila Xavier, Diretor de Arquitetura e Evolução Tecnológica na TIM Brasil, e Paulo Humberto Gouvea, Diretor Sr. de Corporate Solutions na TIM Brasil. Foto: Reprodução

Durante painel no SciBiz – Science meets Business, evento que acontece nesta quinta-feira, 23, organizado pela Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo (FEA-USP), representante da TIM reforçaram que a operadora já está com a rede pronta para ligar o 5G, faltando apenas o sinal verde da EAF. Em estimativa abrangente, acredita que a limpeza do espectro com as estações profissionais na banda C estendida será resolvida para a entrada em operação comercial da rede móvel ainda em 2022.

"Já está tudo engatilhado para o 5G standalone pronto", declarou Átila Xavier, diretor de arquitetura e evolução tecnológica da TIM Brasil, citando que a operadora ainda aguarda a decisão da liberação por parte da EAF (agora chamada de Siga Antenado). "O que a gente pode esperar é que, neste ano, todas as capitais vão ter o 3,5 GHz."

Confirmando o que disse o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, há duas semanas, Xavier diz que o lançamento inicial do core de rede pronto para o padrão standalone foi feito entre fevereiro e março, mas que toda essa camada da infraestrutura já está pronta nas capitais. "Os acessos em rádio [as estações radiobase] também já estão em construção, só não estão ativados", completou. 

Notícias relacionadas

Na ocasião, o diretor de arquitetura também atualizou algumas informações a respeito da tecnologia na operadora. Atualmente, 5% da base de clientes da TIM já têm smartphones compatíveis com a tecnologia, considerando não apenas o 3,5 GHz como também o 5G DSS (agora chamado pela Anatel apenas de non-standalone). A companhia registrou em abril pouco mais de 416 mil acessos de 5G-NSA. 

Xavier também explicou que a empresa já utiliza backhaul satelital – o programa Sky Coverage da tele já soma 995 sites conectados. Com o 4G, a TIM ainda está também avançando na cobertura fora dos centros urbanos. De acordo com o diretor sênior de corporate solutions da operadora, Paulo Humberto Gouvea, a parceria para solução de agronegócios já permitiu uma cobertura de 25 mil km de rodovias, atendendo 50 mil pequenos produtores com os projetos. 

Deixe seu comentário