Ofensiva dos EUA fortaleceu relação com clientes brasileiros, afirma Huawei

A ofensiva do governo norte-americano contra a Huawei pode ter fortalecido a relação da empresa com clientes brasileiros, argumentou o diretor de relações institucionais da fornecedora no País, Carlos Lauria. Durante o Painel Telebrasil 2019, encerrado nesta quinta-feira, 23, o executivo também afirmou que a confiança do governo brasileiro na Huawei não foi estremecida em nenhum sentido após as acusações de espionagem feitas pelos EUA.

"[A situação enfrentada pela Huawei] até fortalece a empresa, pois recebemos apoio de todas as áreas de clientes, que deram testemunho sobre a qualidade dos nossos produtos. E pessoas do governo, com quem temos diálogo em todos os níveis. Estivemos na semana passada com o vice-presidente [Hamilton] Mourão e no GSI [Gabinete de Segurança Institucional] junto com o general Alan [Denilson Lima Costa, chefe do Centro de Defesa Cibernética do Comando de Defesa Cibernética do Exército]. O governo deu apoio e explicou que não há nenhuma questão específica com a Huawei", afirmou Lauria.

Durante o Painel Telebrasil, algumas das principais operadoras defenderam que o Brasil não deve se envolver no conflito comercial deflagrado entre norte-americanos e chineses, que tem no 5G uma das principais frentes. Nesta quinta-feira, o diretor de segurança cibernética da Oi, Ângelo Coelho, reiterou a confiança na fornecedora, assim como nos processos internos da tele brasileira, que tem a empresa chinesa como parceira estratégica de infraestrutura.

"O mindset tecnológico da Oi é de proteção", pontuou Coelho. "É um desafio comprar certo e implementar padrão de segurança, então só compramos se conseguirmos colocar o padrão necessário. Tivemos boas brigas com nossos parceiros internacionais, com avaliação jurídica e tecnológica com cada um, mas no final sempre conseguimos parâmetros que exigimos. A Huawei tem sido um grande parceiro, assim como a Cisco, que tem nos ajudado muito na parte de segurança".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.