Gebara: seguimos investindo, mas somos penalizados por receita que não cresce

Em apresentação durante o segundo dia do Painel Telebrasil, o CEO da Telefônica Brasil, Christian Gebara, confirmou para 2019 o investimento de R$ 1 bilhão a mais do que o aportado no ano passado – totalizando cerca de R$ 9 bilhões. Mas o executivo lembrou que o setor de telecom, de maneira geral, segue penalizado por obrigações obsoletas, alta carga tributária e leis restritivas que culminam em uma pressão sobre a rentabilidade.

"Considerando os últimos dez anos de presença no Brasil, são quase R$ 80 bilhões [aportados], e esse ano vamos investir mais que a média dos últimos anos. Continuamos apostando no Brasil, mas somos penalizados por não termos aumento de receitas, enquanto o investimento segue crescendo de maneira acelerada. Se olharmos nosso retorno sobre capital empregado, o setor tem números por debaixo do retorno de capital no Brasil", assinalou Gebara. Em 2018, os investimentos da empresa no País cresceram 2,4%; as receitas líquidas, 0,6%. Já o retorno sobre capital empregado (ROCE) do setor ficou em 11,4%.

O executivo também destacou a carga tributária elevada incidente sobre as teles brasileiras. "Usando os EUA como exemplo, a diferença é brutal". Conforme dados apresentados por Gebara, a mordida brasileira sobre telecom alcançaria 43%, contra 13% no território norte-americano. Adicionalmente, mais de 300 leis locais – sejam elas municipais ou estaduais – engessam ainda mais a atividade, sobretudo no que tange infraestrutura. "A gente quer sim colocar mais antenas, mas nos impedem". O mesmo vale para as obrigações "obsoletas", onde a concessão de STFC surge como elemento mais notório. "O tráfego de voz fixa cai de maneira significativa com impacto direto nos resultados, mas a regulamentação segue vigente".

Entre as habilitadoras de uma mudança possível no cenário estariam a aprovação do PLC 79, um leilão 5G sem viés arrecadatório, o desenvolvimento de ecossistema para IoT e um novo regulamento de qualidade que não seja punitivo, conforme caminho que deve ser seguido pela Anatel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.