Orçamento da União é sancionado com vetos que tiram R$ 38 milhões da inclusão digital

O orçamento da União publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 23, conta com vetos que atingem diretamente as políticas públicas. Um dos vetos do presidente retira do Ministério das Comunicações o valor de R$ 38 milhões para a inclusão digital.

Além deste valor, também foram vetados R$ 320 mil do Fundo para Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), que seriam destinados para medidas de incrementos na política industrial e inovação tecnológica. Dos R$ 639,4 milhões destinados para investimentos, R$ 200,8 milhões foram bloqueados. Ao final, o MCom ficou com R$ 3,3 bilhões.

No total do orçamento previsto para 2021, o governo federal vetou R$ 19,8 bilhões, sendo R$ 11,9 bilhões em emendas de parlamentares e R$ 7,9 bilhões dos ministérios.

Notícias relacionadas

Crédito suplementares

A Lei Orçamentária de 2021 prevê a abertura de crédito suplementar, o aumento de dotações fixadas na Lei, desde que compatíveis com a obtenção da meta de resultado primário estabelecida na Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2021 e com os limites de despesas primárias e de acordo com Lei de Responsabilidade Fiscal. Essa abertura de crédito suplementar vale para a reserva de contingência, rubrica para onde foram alocados os recursos do Fust em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.