Rede da TIM suporta 88% das MVNOs brasileiras, afirma operadora

Observando um franco crescimento no mercado brasileiro de operadoras móveis virtuais (MVNOs), a TIM calcula que 88% das empresas atuando no segmento utilizam sua rede para a prestação de serviços. Esse grupo corresponde a 78% da base de todos os clientes de MVNOs do País, segundo a tele.

Os números foram divulgados durante o último dia do Fórum das Operadoras Inovadoras, realizado por TELETIME e Mobile Time nesta terça-feira, 23. Head de soluções corporativas da operadora, Paulo Humberto Gouvea destacou que o mercado de MVNO vem dobrando de tamanho a cada ano, sobretudo com atuação focada em nichos.

O número de assinantes no formato teria subido de 230 mil para 1,635 milhão entre 2017 e 2020, em taxa anual de crescimento de 92%. Já o total de MVNOs teria passado de 17 para 90 no mesmo período.

Notícias relacionadas

Destas, 10 são autorizadas e 80, credenciadas (que atuam a partir de autorizadas). Utilizando a rede da TIM no primeiro modelo, Surf Telecom e Americanet somam dezenas de credenciadas cada.

5G

A operadora nota que o interesse pelo formato passa por empresas de varejo, financeiras, provedores regionais, clubes de futebol, igrejas e projetos sociais. Na outra ponta, soluções voltadas para comunicação máquina-a-máquina (M2M) e Internet das Coisas (IoT) seriam outro pilar do crescimento.

Neste sentido, se inserem empresas como Datora, Safra (que utiliza a tecnologia em máquinas de pagamento) e a Cubic, focada no segmento de carros conectados e que assinou contrato recente de MVNO com a TIM. Segundo Gouvea, a tendência é que novas verticais se tornem foco após a chegada do 5G ao País.

1 COMENTÁRIO

  1. A Tim Botando a Cara pra bater pois a Vivo e Claro sempre do contra querendo colocar 5G meia boca sem ser o Release 16 vergonhosa essa posição dessas operadoras

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.