Rede neutra de IoT da American Tower tem 18 pilotos em iluminação pública

Foto: Pixabay

Completando três anos de operação no País, a rede neutra de Internet das Coisas (IoT) da American Tower está participando de 18 pilotos para telegestão de iluminação pública em municípios, inclusive em algumas capitais.

O aumento no interesse em projetos de cidades inteligentes foi reportado pela operadora em comunicado onde algumas marcas atingidas pela rede (baseada no padrão LoRaWan) foram reveladas. Entre elas, a de mais de cinco bilhões de mensagens transmitidas pela infraestrutura compartilhada com clientes.

Diretor de fibra e novos negócios da American Tower no Brasil, Daniel Laper destacou as verticais de rastreamento e medição inteligente (para água, gás ou energia) como algumas das principais contratantes. No caso da medição, a demanda por conectividade teria crescido 10 vezes desde o início da pandemia. Ao todo, foi anunciada no ano passado a marca de cinco milhões de conexões em acordos firmados para os próximos cinco anos.

Notícias relacionadas

Ecossistema

Já o ecossistema fomentado pela empresa a partir IoT Labs soma atualmente mais de 130 parceiros, incluindo uma variedade de players com soluções nacionais. Também foram destacadas parcerias estratégicas com governos, instituições de ensino e aceleradoras.

"Atualmente temos 16 acordos de cooperação para o desenvolvimento de ecossistemas e acreditamos que isso é uma relação ganha-ganha para a academia, empresas e sociedade em geral. Vemos Internet das Coisas como um jogo coletivo, onde um ecossistema robusto é a grande alavanca de escala", afirmou Laper.

Na rede neutra de IoT, a American Tower tem a Everynet como parceira tecnológica. A operadora reporta cobertura em "67% do PIB", incluindo todas as capitais e o Distrito Federal. Para tal, a empresa conta com os mais de 23 mil pontos de comunicação (como torres e outros sites para cobertura wireless) detidos no Brasil.

Deixe seu comentário