Publicidade
Início Newsletter MCom, Telebras e Viasat apresentam solução de Wi-Fi móvel via satélite

MCom, Telebras e Viasat apresentam solução de Wi-Fi móvel via satélite

O Ministério das Comunicações (MCom) e as operadoras Telebras e Viasat apresentaram nesta terça-feira, 23, uma nova solução de mobilidade terrestre a partir de Wi-Fi via satélite. O serviço vai utilizar capacidade do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC) operado pelas duas empresas.

Testes com a tecnologia foram anunciados em solenidade realizada pelo MCom em Brasília. Podendo ser acoplada na parte superior de veículos, a solução de antena “híbrida” também terá suporte de tecnologia LTE (4G), além da capacidade satelital em banda Ka. A estrutura possui cerca de 40 kg, 1,30 metro de diâmetro e é ligada à bateria do carro ou da embarcação.

Nas últimas semanas, a Telebras apresentou o protótipo para 17 potenciais clientes da esfera pública, passando por estatais e demais instituições. Entre os players que já demonstraram interesse na solução estão os Correios.

Notícias relacionadas

A Telebras também vislumbra um potencial de uso em forças públicas de segurança, em atendimento de emergências de saúde ou no combate aos focos de incêndio no Pantanal ou Amazônia, segundo o presidente da estatal, Jarbas Valente.

Setor privado

A Viasat, por sua vez, destaca a chance de negociar a tecnologia com o setor privado. Segundo o diretor geral da empresa no Brasil, Leandro Gaunszer, as empresas de ônibus são um exemplo de segmento que deve ser buscado. A operadora e a Telebras exploram juntas o SGDC.

Hoje, o satélite já é responsável pelo atendimento de 13,3 mil pontos fixos de Wi-Fi em equipamentos públicos, conforme contrato com o governo federal. Segundo Valente, o SGDC também tem sido utilizado para atendimento de aeronaves da Azul.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile