Justiça condena Microsoft a pagar US$ 1,52 bi à Alcatel-Lucent

A Justiça dos Estados Unidos decidiu que a Microsoft violou patentes de tecnologia de áudio detidas pela Alcatel-Lucent e que deverá pagar US$ 1,52 bilhão à empresa como indenização. A Alcatel-Lucent acusou a produtora mundial de software de infringir patentes relacionadas aos padrões usados na execução de arquivos musicais em formato MP3.
A Microsoft anunciou que planeja primeiro solicitar ao juiz do processo para reverter a decisão, e caso não obtenha sucesso pretende apelar. A companhia informou que o veredicto não tem sustentação legal e que já havia obtido licença para o uso da tecnologia em questão junto ao grupo alemão Fraunhofer. A gigante da informática acha que obteve legalmente os direitos para o uso do MP3 quando os comprou por US$ 16 milhões da empresa alemã Fraunhofer.
A Fraunhofer, companhia que contribuiu para a criação do formato MP3, com a Lucent, vendeu seus direitos de propriedade intelectual a empresas que querem usar o formato MP3 em seu software.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.