Santander ainda está no processo e não tem data para leiloar frequências de MMDS da Telefônica

De um lado, sabe-se que existe uma negociação entre Sky e Telefônica para um acerto em relação às frequências de MMDS. A informação foi confirmada por fontes das duas empresas a este noticiário. De outro lado, contudo, o processo deveria estar acontecendo apenas por meio do Santander, banco contratado para esse fim. As diferentes informações estão gerando ruido no mercado. Um dos interessados, por exemplo, é a On Telecom, (antiga Sunrise). A empresa diz que ainda aguarda o processo de venda ser realizado via Santander, e que tem interesse no espectro da Telefônica, sobretudo na cidade de São Paulo.

Notícias relacionadas

Esta semana, TELETIME apurou que Sky e Telefônica estão próximas a um acordo para a venda de algumas faixas de sua operação de TV paga em MMDS. O Santander, por sua vez, ainda programa como será o certame para que a Telefônica de desfaça destes ativos e, inclusive, a primeira fase do planejamento para isto já estaria concluída pelo banco. Trata-se da prospecção dos principais interessados nas frequências.

Embora reconheça que ainda faltam definições internas para que sejam divulgados os termos da venda e marcada a data do leilão, uma fonte ligada ao processo afirmou desconhecer qualquer negociação paralela que não passe pelo Santander para a venda destes ativos diretamente a uma das empresas interessadas no negócio. “O processo com o banco para a venda das faixas continua, inclusive tivemos algumas sondagens de empresas, mas ainda não recebemos propostas”, comentou uma fonte. O fato novo é que a Telefônica corre contra o tempo para concluir as negociações até meados de fevereiro, por ordem da Anatel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.