Publicidade
Início Newsletter Programa de digitalização da TV tem 99% de adesão entre cidades, afirma...

Programa de digitalização da TV tem 99% de adesão entre cidades, afirma MCom

Foto: Pixabay

O Ministério das Comunicações (MCom) divulgou nesta quarta-feira, 22, parciais da adesão de municípios ao Digitaliza Brasil, programa da pasta para digitalização da TV aberta em cidades que contam somente com o sinal analógico.

Até o momento, 1.394 municípios foram convocados ao processo, sendo que 99% deles teriam confirmado interesse na adesão, de acordo com o MCom. Uma segunda etapa do programa foi iniciada em dezembro, com a convocação de 344 cidades no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Nestes estados, a projeção é de 3,9 milhões de habitantes beneficiados com a chegada da infraestrutura compartilhada de digitalização das estações analógicas. O prazo para adesão de cidades vai até 21 de janeiro.

Notícias relacionadas

Antes da segunda fase, o Digitaliza Brasil já havia convocado 1.050 municípios em dez estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).

Ao todo, a expectativa é abrir chamada para digitalização da TV em 1.638 municípios brasileiros, com impacto potencial em uma população de 23 milhões de pessoas. O MCom espera concluir o programa em 2022.

No Digitaliza Brasil, as prefeituras devem ceder espaço para instalação dos novos equipamentos de digitalização das retransmissoras analógicas. Em setembro, o MCom concluiu e inaugurou as duas primeiras estações do programa, nos municípios potiguares de Tenente Ananias e Touros.

O programa tem liberados R$ 844 milhões, remanescentes da arrecadação do leilão de 4G em 2014 após o custeio da limpeza da faixa de 700 MHz e da digitalização da TV nas maiores cidades do País.

2 COMENTÁRIOS

  1. Rápido brasil, para o desenvolvimento científico e tecnológico, a maneira mais fácil e rápida de implementar o 5G é que vale a pena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile