EUA devem subsidiar 'remoção' de Huawei e ZTE de redes de telecom

Nesta sexta-feira, 22, a Federal Communications Commission (FCC) aprovou resolução para barrar operadoras beneficiárias de recursos do Universal Service Fund (USF) de adquirirem novos equipamentos e serviços das fornecedoras chinesas Huawei e ZTE, sob alegação de riscos à segurança cibernética do país. A reguladora norte-americana também solicitou contribuições sobre o formato e o financiamento de um plano para remoção e substituição de produtos das duas empresas em redes de operadoras que tenham utilizado o subsídio.

O USF disponibiliza cerca de US$ 8,5 bilhões ao ano para diferentes fundos de implantação ou manutenção de infraestrutura de telecomunicações em áreas rurais, de baixa renda, de difícil atendimento ou em escolas e bibliotecas.

"A FCC propõe que operadoras recebendo recursos dos fundos do USF removam e substituam equipamentos das companhias cobertas [pela decisão desta sexta-feira]. Também buscamos comentários sobre como pagar por essa remoção e substituição. Para colaborar no desenho desse programa, a FCC conduzirá uma coleta de informações para determinar quais operadoras elegíveis têm equipamentos da Huawei e ZTE e em qual extensão".

Comissário da FCC, Geoffrey Starks estimou que o custo da retirada nas áreas rurais poderia chegar a aproximadamente US$ 2 bilhões, de acordo com a Reuters. Ainda segundo a agenda de notícias, ao menos uma dúzia de empresas precisaria atravessar o processo.

Acompanhando o crescimento da tensão comercial entre EUA e China, a ofensiva norte-americana contra as fornecedoras asiáticas inclui uma declaração de emergência nacional para barrar companhias ligadas a "adversários estrangeiros" e a inclusão da Huawei e afiliadas em uma lista de entidades cujas transações com empresas dos EUA são tuteladas no país. A alegações de espionagem sustentadas pela gestão de Donald Trump ainda não foram comprovadas.

No início desta semana, contudo, uma licença temporária que permite negócios da Huawei com operadoras norte-americanas em situações específicas foi renovada por mais 90 dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.