Positivo quer subsídio para equipamentos com 3G embarcada

O volume de vendas de netbooks com modems 3G embarcados ainda é muito pequeno, mas a Positivo Informática quer mudar esse cenário ao fechar modelos de negócios com as operadoras móveis que incluam subsídios consideráveis para quem assinar planos de banda larga móvel no momento da compra do equipamento. De acordo com o presidente da Positivo, Hélio Buck Rotenberg, o alto preço dos netbooks é um dos principais fatores para o pequeno volume de vendas. Para se ter uma ideia, a venda de netbooks Mobo respondem em média de 15% a 20% do volume total de notebooks vendidos pela Positivo e nem todos têm 3G embarcada. "Estamos negociando com todas as teles para que fechemos um modelo de subsídio significativo para equipamentos com modems 3G embarcados. Elas já estão enxergando isso como mais um meio de venda de banda larga móvel e acredito que lancemos os primeiros produtos ainda este ano", revela Rotenberg.
Vivo
A Positivo mantém uma parceria com a Vivo no modelo Mobo 3G 2055 que dá ao cliente acesso grátis à Internet por três meses. Na prática, a parceria não inclui subsídio direto no equipamento, que custa R$ 1,699 mil. Funciona mais como uma degustação do que é a internet móvel em banda larga.
Além deste modelo em parceria com a Vivo, a Positivo possui outros dois modelos com modem 3G integrado e que podem ser usados com chips de qualquer operadora. Agora, a Positivo prepara também o lançamento de novos modelos, tanto de netbooks quanto de notebooks, com modems 3G embarcados e que devem chegar ao mercado a partir de outubro. Agora é aguardar o resultado das negociações com as teles.s com as teles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.