Modelos de publicidade ainda são incertos no OTT e second screen

Embora os players do mercado audiovisual e telecom já tenham percebido que a convergência da TV e da Internet e o crescimento dos serviços over-the-top (OTT) tenham grande potencial de atração para o mercado publicitário, os modelos ainda estão bastante incertos. Cassiano Froes, coordenador de tecnologia de novas mídias da Globosat, conta que essa é uma preocupação constante da programadora, mas as definições ainda estão distantes. "Acho que tem muita coisa para ser testada, temos que ver como vai ser a aceitação do público. Talvez a primeira tentativa seja com o modelo básico do YouTube, o pre-roll (exibição do comercial antes do conteúdo principal), mas não sei dizer ainda", disse o executivo.

Roberto Franco, diretor de redes e assuntos regulatórios do SBT, contou que a emissora começou a usar o sistema de second screen da Klug TV e também pediu para as agências ajudarem a colocar preço no serviço, porque se trata de algo muito novo no mercado. “Também levou um tempo para chegarmos às tabelas do 30 segundos”, observa o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.