Net tem lucro recorde, mas ritmo de vendas diminui

A Net Serviços divulgou nesta quarta, 22, seus resultados financeiros e operacionais referentes ao segundo trimestre do ano. A operadora chegou a 3,48 milhões de clientes de TV paga, o que representa um crescimento de 28% no período de um ano. Em relação ao trimestre anterior, o aumento foi de 4% (a base era de 3,347 milhões de assinantes). Os resultados não levam ainda em consideração os assinantes da ESC 90.
Na banda larga, a Net registrou 2,605 milhões de clientes, o que é um crescimento de 45% no ano e de 6% no trimestre (a base anterior era de 2,452 milhões de clientes). Já o serviço de voz encostou ainda mais na base de banda larga, e totalizou no final do segundo trimestre 2,286 milhões de clientes, 105% de aumento no ano e 11% de aumento no trimestre. O que está aumentando são os índices de churn. No serviço de TV paga, o churn anual era de 15% no primeiro trimestre e está em 15,5% no segundo trimestre. No serviço de banda larga, era de 19% e agora está em 20% anualizados. A receita média por assinante da Net no trimestre foi de R$ 130,40, o que representa uma queda de 3% no ano e também uma pequena queda em relação ao trimestre anterior, quando o ARPU era de R$ 133. Quando for somada a base da ESC 90, os números da Net devem ter um acréscimo de 30 mil assinantes de TV paga e 25 mil assinantes de banda larga.
O ritmo de vendas no segundo trimestre caiu em relação ao começo do ano. As adições líquidas de TV paga totalizaram 133 mil unidades. No primeiro trimestre, a adição líquida havia sido 276 mil (ou 164 mil desconsiderados os assinantes da BigTV). Em banda larga, eram 235 mil (ou 167 mil tirados os da BigTV) no primeiro trimestre, que caíram para 153 mil no segundo trimestre. O que mais vende na Net hoje é o serviço de voz, que teve no período de abril a junho 228 mil adições líquidas, contra 256 mil no primeiro trimestre.
Em relação aos números do mesmo período de 2008, também houve uma queda nas vendas. No final do segundo trimestre do ano passado a Net registrava 149 mil adições líquidas do serviço de TV paga, 210,7 mil adições líquidas de banda larga e 264,5 mil adições do serviço de voz.
Lucro recorde
Do ponto de vista financeiro, as receitas líquidas da Net chegaram a R$ 1,1 bilhão no primeiro trimestre (aumento de 24% em relação ao mesmo período de 2008), e o EBITDA foi de R$ 287 milhões, com margem de 26%. O lucro líquido da companhia também saltou 361% em um ano, para R$ 130 milhões no trimestre. O endividamento líquido também aumentou 141% no ano, para R$ 1,120 bilhão ao final de junho.
A Net destaca um aumento de investimentos de 28% no trimestre em relação ao ano anterior, totalizando R$ 250,5 milhões, necessários à compra de equipamentos para novas instalações e quebra dos nós da rede. A rede da Net se expandiu 12% no período de um ano, chegando hoje a 10,4 mil quilômetros, dos quais 70% já são bi-direcionais (prontos, portanto, para serviços de banda larga e telefonia).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.