Com Intel, Ericsson inclui banda média em portfólio de cloud RAN

A Ericsson anunciou a compatibilidade de seu portfólio de redes de acesso virtualizadas (cloud RAN) para espectro em banda média (entre 1 GHz e 6 GHz), considerada a ideal para serviços 5G por conta do alcance e capacidade. A fornecedora terá a Intel como parceira estratégica na oferta da solução para operadoras.

A atualização foi anunciada pela companhia sueca em comunicado nesta terça-feira, 22. Lançando oficialmente em outubro passado, o cloud RAN da Ericsson contava até agora com suporte para bandas baixas (abaixo de 1 GHz).

O portfólio utiliza solução de software nativa em nuvem para as funcionalidades de computação nas redes de acesso. Segundo a Ericsson, o cloud RAN permite que operadoras evoluam "em direção a tecnologias nativas da nuvem e arquiteturas de rede aberta e atendam à demanda por mais flexibilidade", com implantação possível na nuvem de qualquer provedor.

Notícias relacionadas

A fornecedora também afirma que desde o lançamento, a solução virtualizada foi testada em vários cenários, incluindo em redes de acesso ativas. No total, o cloud RAN poderia alcançar 7 milhões de sistemas de rádio já implantados em campo globalmente, calcula a empresa sueca.

Nova fase

O produto será oferecido através de parceria estratégica com a Intel, que fornecerá diferentes produtos da família Xeon para permitir soluções de alta capacidade e densidade.

"Uma implantação 5G de banda média de alto desempenho requer 150 vezes mais potência de computação do que 4G, na metade do tempo. Com a adição de aceleradores de hardware para fornecer parte desse poder de computação necessário, a infraestrutura em nuvem se torna uma opção viável para implantações de banda média", justificou a Ericsson.

Já a Intel afirmou que tecnologias como os processadores Xeon já impulsionaram o crescimento massivo da nuvem e agora estão desempenhando um papel fundamental na RAN virtualizada. A empresa afirma que a "parceria de longa data com a Ericsson está entrando em uma nova fase" para o 5G.

As melhorias para banda média nos produtos da Ericsson também foram desenvolvidas com ajuda da operadora norte-americana Verizon e preveem compatibilidade com implementações em massive MIMO (múltiplas saídas e entradas).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.