Para TIM, diversidade de fornecedores é o melhor para o 5G

Foto: Pixabay

Com o governo brasileiro ainda sinalizando alinhamento aos Estados Unidos nas decisões de restrições à Huawei nas futuras redes 5G, o mercado continua com o posicionamento que a diversidade de escolha no ecossistema de fornecedores ainda é a melhor solução. Nesse contexto, o CTIO da TIM, Leonardo Capdeville, disse durante a live TELETIME Tec nesta segunda, 22, que não entra no tema político de uma eventual decisão do governo. Mas ressalta: "do ponto de vista tecnológico, como operadora, o que queremos é acesso a ambiente de competição, e que a melhor tecnologia prevaleça. A gente sempre quer usar a melhor."

Capdeville ressalta que a preocupação com a segurança é notória entre todas as operadoras, ainda mais no momento de pandemia, em que o uso das telecomunicações é visto como essencial. "Como proteger redes para evitar ataques, resiliência da rede por desastre natural ou invasão? É algo que está no nosso radar. Não é um tema menor, e a gente tenta mitigar ao máximo o risco com a colaboração estreita com todos os fornecedores."

Transparência

O tema é sensível, mas do lado da Huawei, há a preocupação de deixar clara a defesa. O diretor de governança de cibersegurança global da companhia, Marcelo Motta, destaca que as acusações foram intensificadas agora, mas acompanham a fornecedora "de longa data", pelo menos desde quando tentaram entrar no mercado dos Estados Unidos, em 2010. "E até hoje, as acusações não apresentaram nada de concreto", coloca.

"A gente tem sistema de governança em cibersegurança único no mundo no qual mantemos todo o controle de segurança e privacidade dentro de nossos processos, desenvolvimento de produto, fornecedores, manufatura, logística e instalação", argumenta. "A rede é operada por nossos clientes, não temos acesso ao dado e à rede. Se tivermos aceso à rede, é controlado pelo sistema de TI, por escrito." 

Motta argumenta que a Huawei toma "todo um cuidado" para  evitar qualquer tipo de problema na área. "É fundamental para nossos negócios", declara. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.