Toshiba desenvolve sistema de criptografia quântica inviolável, em teoria

A Toshiba Corporation colocará à prova sua nova tecnologia de criptografia quântica teoricamente inviolável com testes de transmissão de dados de análises de Genoma da Universidade Tohuku, no Japão, a partir do dia 31 de agosto.

Notícias relacionadas
O método consiste no uso de fótons para carregar os bits de dados através de um cabo de fibra ótica desconectado da Internet, feito sob medida. Por conta da natureza dos fótons, qualquer atividade de intercepção sobre o cabo irá alterar a forma de dados, fazendo com que, desta forma, qualquer tentativa de espionagem seja detectada.

Os testes terão duração de dois anos. Os dados do Genoma serão encriptados pelo sistema de comunicação de criptografia quântica e transmitidos a uma distancia de mais de 7 km. Até agosto de 2017 os testes farão o monitoramento e averiguação da estabilidade da velocidade de transmissão e do impacto de condições ambientais e climáticas na conexão ótica.

Apesar de a tecnologia permitir que os fótons viajem a uma distância de até 100 quilômetros, a estrutura é sensível até a simples variações de temperatura. Além disso, os servidores custariam pelo menos US$ 81 mil.

O método já é testado internamente pela Toshiba há algum tempo e a expectativa da Toshiba é de até 2020 a empresa possa fornecer o serviço aos primeiros governos e empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.