Anatel decide que teles pagarão R$ 314 milhões a empresas de MMDS

A Anatel chegou a um valor final a ser pago pelas operadoras de telecomunicações como indenização às empresas de MMDS pela desocupação das faixas de 2,5 GHz. A agência definiu em arbitragem que o valor deve ser da ordem de R$ 314 milhões, sendo 33% disso a serem pagos pela Claro, 33% pela Vivo e o restante dividido entre TIM e Oi, que adquiriram faixas menores. O valor é a metade do número que quase chegou a ser acordado entre empresas de telecomunicações e MMDS no final de março. Na ocasião, a Telefônica/Vivo (que estava do lado vendedor e comprador, por ser também operadora de MMDS) era a principal avalista do acordo, mas a Claro e a TIM resistiram e conseguiram forçar uma arbitragem pela Anatel em patamares mais interessantes. O valor, contudo, é bem acima do que inicialmente queriam as duas operadoras móveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.