"White spaces" serão discutidos em reunião da Citel em julho

Os "white spaces" entraram na pauta de discussões da Comissão Interamericana de Telecomunicações (Citel), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA). O assunto está na agenda de um grupo de trabalho da entidade e será abordado na próxima reunião da Citel, marcada para acontecer na primeira semana de julho, na Colômbia, informa Clóvis Baptista, secretário executivo da Citel.

Notícias relacionadas
Os "white spaces" são, literalmente, "espaços em branco" em frequências usadas por emissoras de TV, em faixas próximas a 500 MHz. Essas lacunas são pequenas faixas não utilizadas, especialmente em áreas rurais. Alguns países, como EUA e Canadá, desenvolveram tecnologias para explorar esses espaços em branco para fins banda larga móvel no interior, com uma espécie de Wi-Fi "turbinado".

Nos EUA, foi criada uma solução para identificação em tempo real de "white spaces", o que facilita o uso não licenciado desse espectro. No Canadá, por sua vez, os espaços em branco estão sendo previamente catalogados e em seguida licenciados. Por enquanto, estas são as duas únicas experiências em andamento com "white spaces" nas Américas e devem servir de ponto de partida para as discussões do tema na Citel. Segundo Baptista, o Brasil, representado pela Anatel, é um dos países que lidera os debates sobre o assunto no órgão interamericano. Baptista participou nesta terça-feira, 22, do evento Rio Wireless, no Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.